h1

Profissional da Saúde

06/02/2010

Existe algum médico no recinto ? E um Psicologo ?

O ‘problema’ é o seguinte. Nestes dias atrás, resolvi procurar por um psicológo, pra conversar, conhecer, saber se sou um bom neurótico hehe

É um passo que considero dificil pra alguém, abrir as trancas de si e se dispor a conversar com alguém que será talvez responsavel por guardar tanta informação que só compartilhamos com nossos próprios pensamentos, falar sobre angustias e sobre outras coisas. Não sou a melhor pessoa para dizer o que penso da profissão, pois faço psicologia, e tenho minha afinidade pela área, mas nem é sobre isso que gostaria de falar aqui.

O caso foi o seguinte, liguei para meu plano de saúde, afim de conseguir alguns telefones de psicologos que estivessem no plano pra poder trocar uma idéia, procurar um acolhimento psicologico e tal. A moça ao telefone foi bem educada e consegui 5 telefones, me prontifiquei a ligar e consegui uma consulta. Já estava bem por ter conseguido este primeiro passo, dai que surgiu o ‘porem’, a recepcionista do psicologo me disse que pelo plano, eu teria que passar por um médico, para que ele me encaminhe para um atendimento psicológico e assim eu consiga uma guia para só assim poder ser atendido. Gente, eu to bem de saúde, talvez não esteje 100% como eu acredito estar, mas não foi por esse motivo que liguei, então disse a recepcionista : ” Terei que passar por um médico por puro ‘clichê’ só pra conseguir um documento que diga que posso ser atendido?” Obviamente que ela confirmou.

Tudo bem, tudo bem, vou ligar de novo para a central do meu plano e questionar isso, pois são duas áreas da saúde que tem uma atividade multiciplinar, mas podem dar conta de receber seus pacientes e encaminha-los individualmente e não burocraticamente, expliquei minha dúvida e frustração (raiva) para a moça da central, e ela disse que seria esse o procedimento requerido, disse ela “passe por um médico, troque uma conversa com ele pra que ele possa te encaminhar”

Certo … me vi com meu Urologista:

EU > “então doutor, estou com problemas afetivos de relacionamento pois acredito que esteja com uma fóbia social derivada de um processo de repressão instalado no inicio da minha adolescencia, e tenho dificuldades de falar sobre isso, mas me dei conta que preciso de uma orientação para organizar meus pensamentos e conseguir seguir em frente

DOUTOR > “Certo meu jovem, abaixe suas calças pra que eu possa observar o problema

Ok. Eu não discuti com a moça da Central, obvio que ela não tem culpa, e ela acrescentou “é que psicologia como fisioterapia são como um suporte para os médicos” . . .

Pensar sobre essa ultima frase eu deixo com os leitores.

Existe ainda essa crença de que médicos e a ciência exata são donos da verdade e das soluções, como se ouvesse uma hirarquia de cargos na Saúde. E eu não vejo assim, eu vejo uma equipe de profissionais multidisciplinares que trabalham juntos ambos contando com o suporte do outro para um bom atendimento as pessoas.

Tenho vontade de ir em uma Ginecologista, pedir uma guia levar ao psicologo no dia do meu atendimento e perguntar como ele se sente trabalhando pra um sistema assim, considerando que fique explicito a condição a qual sua profissão e seu valor quanto profissional foram valorizados.

Bom, deixo minha questão ao vento agora gente, se tiver alguém disposto a me corrigir ou questionar minhas palavras ou apenas concordar ou discordar, estamos ai pra isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: