h1

5 Causas para o fim do namoro

29/09/2010

Todos os casais e digo todos, por mais que se amem, têm as suas discussões. Por vezes são apenas discussões sem importância e mais orgulhosas que outra coisa, mas também existem discussões que a longo prazo podem acabar a relação. Há certas coisas que não deve tolerar no seu relacionamento. Se o que enumerar acontecer no seu relacionamento devia pensar seriamente em acabar ou pelo menos reflectir sobre o assunto.

O que são os Quebra-Relações?

Os quebra-relações (deal-breakers) são coisas que não devem ser toleradas num relacionamento. Existem alguns que podem ser controlados, refiro-me nomeadamento aos fumadores, homens não afectivos, com uma certa dose de comunicação tudo se pode resolver, ou tolerar.

Se aceitar os 5 quebra-relações seguintes só caminhará para se afastar do seu objectivo de encontrar alguém que o(a) complete. Não esqueçam que: “Vocês merecem o que aceitam, por isso, apenas aceitem o que sabem que merecem“.

1 – Valores Desalinhados – Quando uma pessoa se opõe aos valores de outra, entra num ciclo vicioso, em que nenhum de ambos quer ficar atrás. No meu caso diria um jogo de orgulho e falta de compreensão. Quando se fala em criar uma crianças, tratar de finanças, fidelidade, direitos básicos, é complicado estar com alguém que já tem a mente moldada em relação a estes assuntos e não consegue funcionar um pouco como mola e aceitar a outra parte. Vocês devem perguntar-se: Então significa que temos de aceitar sempre? Claro que não, mas devem procurar ser capazes de entender a outra parte e discutir opiniões e valores juntos.

2 – Visões incompatíveis de futuro – É sempre complicado estar na mesma página no que toca a futuro. Mas existem pontos que não são muito importantes nesta visão de futuro e outros que assumem total importância e que se não forem tratados e discutidos podem trazer complicações futuras. Se um quer viver uma vida sem filhos e o outro pretende ter uma linda casa com um jardim para os filhos brincarem, por certo não irá funcionar. Irá ser sempre uma batalha constante onde algum dos membros da relação acaba por sofrer e fazer sacrifícios. Desse modo alguma das partes vive insatisfeita.

3 – Necessidade de um mecânico da vida – Uma boa relação implica duas pessoas maduras já estarem juntas e prontas para as responsabilidades que o amor acarreta. Não será por certa uma das partes a sustentar a outra. Só assim o seria se realmente tivesse de ser e não existisse outra alternativa. Não pode existir uma pessoa que pense que você é o mecânico da sua vida para lhe tratar dos problemas financeiros, psicológicos, etc. Essa pessoa deve sim pensar nos erros e sofrimentos do passado, aprender com eles e ser capaz de superar as novas dificuldades. Você pode não ser mecânico mas pode mostrar-lhe que está presente na vida dele e servir como suporte.

4 – Não pode ser você próprio(a) – Deve ser sempre quem é e nunca tentar ser outra pessoa apenas para agradar ou causar boa impressão. Se a pessoa que escolheu o ama, ama-o pelo que é e não pelo que aparenta ser. Numa relação deve sentir-se seguro, em liberdade e amado o suficiente para poder ser você mesmo, todas as dimensões do seu ser, todos os dias.

5 – Abuso de qualquer tipo – Abuso emocional, abuso grave e não apenas pequenas discussões. Abuso físico, sexual, são tudo causadores de deterioração de uma relação. Quando isto acontece é uma pura demonstração de poder, um que estar acima do outro e numa relação o casal deve procurar ser igual. Uma relação saudável é igualdade e não uma luta de poder.

Fonte: Dona Giraffa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: